[ editar artigo]

Rede de voluntários se mobiliza para enfrentar COVID-19 com soluções inovadoras

Rede de voluntários se mobiliza para enfrentar COVID-19 com soluções inovadoras

Como parte do movimento Quarentena Solidária lançamos o INOVA CONTRA CORONAVÍRUS, um chamamento para que empreendedores sociais, inovadores, negócios sociais, startups de impacto social, empreendedores cívicos desenvolvam soluções que possam contribuir para reduzir os efeitos desastrosos da doença COVID-19. Em 72h desde o seu lançamento, mais de 30 propostas já foram cadastradas.

O Comitê Curadoria está selecionando e encaminhando diversas ações. Das 32 ideias inscritas, 43% são consideradas aptas para execução; em 46% dos casos estamos solicitando mais informações e apenas 3,1% não são viáveis no momento. Para serem executadas, as ações propostas necessitam de voluntários, conexões e recursos financeiros.

A área de inovação social é coordenada pelo presidente do Instituto Legado, James Marins, e tem como proposta conectar soluções inovadoras com doadores capazes de prover condições para execução. No site inova.contracoronavirus.com.br é possível cadastrar ideias e soluções. Após o registro, as propostas passam por uma curadoria, encaminhamento para subgrupo, onde poderão receber contribuições com recursos como tecnologia, logística, pessoas, rede, mídia e, inclusive, recursos financeiros de acordo com cada caso.  Por fim, os projetos seguem para execução. 

Em execução

Algumas soluções já estão sendo executadas. É o caso da iniciativa da Academia Médica que necessita de recursos para oferecer um curso técnico de ventilação mecânica para casos graves de pacientes de COVID-19 internados em UTI. Nesse caso, o Instituto Legado viabilizou que investidores sociais fizessem o aporte inicial que possibilitou a oferta do curso que proporciona conhecimento técnico que pode salvar muitas vidas (www.academiamedica.com.br).

Ainda na área médica, a iniciativa promoveu a conexão entre o Portal SIM – Serviços de Inteligência Médica, que é uma plataforma de médicos voluntários que podem dar aconselhamento profissional via chat - com a Academia Médica, que tem mais de 140.000 profissionais, muitos dos quais poderão ser voluntários na iniciativa (www.portalmedsim.com.br).

A Bioeng, empresa de especializada em arquitetura hospitalar, criou metodologia para oferecer seus conhecimentos por meio eletrônico para reformar e adaptar unidades hospitalares, duas startups estão oferecendo tecnologia de impressoras 3D para a construção de equipamentos para hospitais (www.bioengsaude.com.br).

A DDN – Tecnologia Textil está oferecendo a fabricação de máscaras de proteção elaboradas com tecido biodegradável e impregnadas com produto antibacteriano. Além disso são laváveis e podem ser reutilizadas, reduzindo o impacto ambiental desse equipamento de proteção.

Há também iniciativas na área jurídica, para a construção de uma plataforma para acompanhamento de todas as mudanças legislativas referentes ao Coronavírus e também para facilitar a contratação à distância, inclusive com assinatura digital para que os usuários não deixem de realizar negócios.

No campo da alimentação, a Cooltivando criou um modelo de negócios para vender hortifrutigranjeiros diretamente em condomínios, evitando assim a aglomeração em feiras e mercados (www.cooltivando.com.br). Essas iniciativas estão em diferentes estágios de desenvolvimento e serão lançadas ao longo dos próximos dias.

Quarentena Solidária
Ler conteúdo completo
Indicados para você